Destaque Notícias Notícias do Santuário

Congresso Eucarístico celebra os 60 anos da Arquidiocese de Vitória

Na programação do quinto dia do I Congresso Eucarístico Arquidiocesano, realizado na última quarta-feira, 5 de setembro, a celebração eucarística foi especial para os catequistas e círculos bíblicos e, principalmente, para as crianças que fizeram a 1ª Comunhão. Elas ficaram próximo ao altar durante toda  a celebração e receberam para animar a missão o coral das crianças da paróquia São José de Calazans acompanhadas do padre José Carlos, pároco. 

Dom Luiz Mancilha Vilela, Arcebispo da Arquidiocese de Vitória/ES as acolheu logo no início da missa e depois durante a homilia, feita pelo Reitor do Santuário Diocesano Nossa Senhora da Saúde e bispo emérito da Diocese de Colatina, dom Décio Sossai Zandonade, que presidiu a Celebração, explicou-lhes, a partir do Evangelho que narra cura da sogra do Apóstolo Pedro que, ao longo da vida e na caminhada da fé, elas terão febres que Jesus poderá curar: desânimo, medo entre outros.

“O alimento que nos faz vencer na vida é Jesus que vocês irão receber. A febre é o mal que afasta de Jesus”, disse Dom Décio.

Após a homilia as crianças foram convidadas a acender as velas para a profissão de fé, mas o vento impediu as chamas de se manterem acesas e perante o desconforto das crianças, Dom Décio aproveitou para tranquilizá-las e explicou que a vela é um símbolo da fé e que na vida delas acontecerão outros momentos em que o vento tentará apagá-la, mas nessas horas elas deverão pedir força a Jesus.

Antes de começar a missa padre Renato e Dom Luiz  cantaram e rezaram com os fiéis que estiveram presentes na parte da tarde na catequese sobre a Eucaristia na Sagrada Escritura. O diácono Júlio Bendinelli acentuou durante sua exposição sobre o tema que a missa é composta de duas partes: Liturgia da Palavra e Liturgia Eucarística e que o cristão deve ter consciência “de que Cristo é alimento na Palavra , assim como no Pão” e lembrou a frase de Santo Agostinho:

“A Palavra de Cristo não é menos que o Corpo de Cristo”.

Catequistas, membros da pastoral do batismo e de círculos bíblicos fizeram uma hora de adoração ao Santíssimo e participaram do Ato Devocional a Nossa Senhora da Vitória e visitaram a exposição sobre a história da Igreja no Espírito Santo.

***
Da Redação com informações e fotos da Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Vitória.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Destaques