Destaque Espaço Devotos

Missas de final e inicio de ano emocionam fiéis do Santuário por suas mensagens de agradecimentos e paz.

O reitor do Santuário Diocesano Nossa Senhora da Saúde, Dom Décio, celebrou no dia 31 de Dezembro, uma missa de ação de graças pelo ano de 2018 e, no dia 01 de janeiro, uma missa diurna para dar “boas vindas” ao “novo ano”.

Mesmo com as costumeiras festas familiares ou não, que ocorrem nesse período, recebemos um considerável número de fiéis que ficaram tocados com as mensagens de paz, amor e agradecimento partilhadas nesses dias. Não é de espantar, é claro, pois os motivos para agradecer são inumeráveis.

Como bem nos lembrou Dom Décio em sua homilia, não apenas os bons momentos devem ser agradecidos, mas também àqueles que foram difíceis, quase insuportáveis ao nossos olhos humanos. Deus não nos dá dificuldades, mas elas são permitidas única e exclusivamente para o nosso fortalecimento e crescimento pessoal e espiritual. Buscar a Deus é uma essência do Homo sapiens (humanos). Sentimos um vazio quando longe de Deus e, muitas vezes, custamos a enxergar o porquê desse sentimento. Por isso mesmo, culpamos a Deus pelas nossas quedas e dificuldades. Porém, temos que abrir os olhos e ver além do que nossas vistas alcançam.

Uma boa maneira de fazer isso é agarrar-se a devoção à Virgem Santíssima. Ela é o modelo da perfeição humana. Deus nos sonhou assim. Mas caímos em pecado; no entanto, todo dia, todo minuto, todo segundo é uma nova chance de mudança. Sozinho é difícil conseguir seguir o “caminho da perfeição”. Mas olhem bem, muitos conseguiram… São diversas as pessoas que a nossa igreja Católica beatificou e canonizou. Hoje eles são santos e santas de Deus. É possível. E isso nos traz, ou deveria trazer uma imensa alegria.

É no dia a dia, nas pequenas coisas que a santidade se faz presente em nossa vida. São Josemaría Escrivá, o santo do quotidiano, nos ensina: “a santidade pessoal não é uma abstração, mas uma realidade precisa, divina e humana, que se manifesta constantemente em obras diárias de Amor”.

Para que esse ano seja diferente, quem precisa mudar é cada um de nós.

No primeiro dia de cada ano comemoramos o “Dia da Paz”. A paz e o amor são duas coisas muito necessárias no mundo atual, de gente comodista, intolerante, impaciente, egoísta. Precisamos vivenciar a paz e o amor primeiro em cada um de nós, para que assim a ofereçamos aos outros. Afinal, “a gente dá o que tem de melhor”. O papa Francisco disse em sua mensagem ao dia Mundial da Paz: “precisamos cultivar a paz em nós, nos outros e com a natureza…” se formos mais dóceis, menos intransigentes conosco mesmo, já partilharemos a paz com nosso próximo. Já compreenderemos que a Terra é nossa casa e, devemos cuidar dela com carinho e amor, que cada ser vivo é importante nesse planeta, cada um tem sua função, e não deve ser menosprezado. A vida natural segue um ciclo, se não a respeitarmos ela sai de prumo e tudo se complica. Vivenciemos a paz entre as criaturas de Deus. Somos todos integrantes dessa “casa comum” chamada planeta Terra.

Peçamos a Virgem Santíssima, nosso modelo de perfeição, que nos ajude nessa caminhada rumo ao um ano de 2019 com mais santidade. Não são necessários grandes feitos. Viva a santidade no seu dia a dia, buscando fazer o que é certo em cada simples coisa ou decisão que precisar tomar.

Nossa Senhora da Saúde, rogai por nós!

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Destaques